Vamos conversar sobre o seu projeto

Fale sobre você

Qual o tipo do seu projeto?

5 Melhores Metodologias de Desenvolvimento

home/blog/aplicativos/5 Melhores Metodologias de Desenvolvimento
5 Melhores Metodologias de Desenvolvimento

 

As metodologias ágeis são sistemas para gerenciar projetos de desenvolvimento de software. Elas se concentram em agregar valor rapidamente ao projeto e auxiliar o time a ser mais eficaz diante de mudanças através do estabelecimento de padrões para as etapas de desenvolvimento, e as metodologias que contam com software de teste, que combinada com as tendencias tecnologicas como, faz com que a qualidade do software aumente e diminua a taxa de turnover.


Empresas que agregam metodologias têm foco no cliente. Os sistemas ágeis auxiliam as equipes a se concentrarem na satisfação do usuário, o que resulta na produção de softwares que atende às necessidades reais do cliente. Neste artigo, te apresentarei as 5 melhores metodologias de desenvolvimento web e ao final vamos dar um exemplo de metodologia híbrida, o Método MQuickly, desenvolvida pela Mestres da Web após 10 anos usando o sistema Ágeis para aprimorar o setor de testes na equipe, a fim de ter o nível mais baixo de turnover do mercado. 


As 5 melhores metodologias para o time de desenvolvimento web:


  1. Scrum
  2. Kanban
  3. Programação Extrema (XP)
  4. Crystal
  5. Método de desenvolvimento de Sistemas Dinâmicos (DSDM)


Scrum


Tendo uma abordagem ágil, ela se concentra em projetos de software complexos através de equipes colaborativas e auto-gerenciáveis. O Scrum é dividido em três papéis: o Scrum Master, o Product Owner e o excelente time de desenvolvedor de sistemas. O Scrum Master é responsável por garantir que o time siga as regras e práticas do Scrum, o Product Owner garante que o software entregue e atenda às necessidades do cliente e o time de desenvolvimento é responsável por desenvolver e entregar o software.


O ciclo do Scrum é dividido em sprints, geralmente dura de 2 a 4 semanas, e cada sprint começa com uma reunião de planejamento, onde o time planeja o que será entregue no final da sprint. Durante cada sprint, o time trabalha em colaboração para desenvolver o software, e no final das etapas, é realizada uma reunião de revisão, onde o software é demonstrado para o cliente que dá o seu feedback.


A metodologia Scrum também inclui uma reunião diária que se chama Daily Scrum, onde o time discute o progresso e planeja o trabalho para o dia.


O objetivo do Scrum é fazer com que a empresa que resolver adotar a metodologia no time, entregue softwares valiosos e funcionais a cada sprint, e agilize a adaptação a mudanças, através da colaboração constante entre o time e o cliente.



Imagem ilustrativa



Kanban


A metodologia Kanban traz uma abordagem visual para o gerenciamento do fluxo de trabalho, se concentrando na melhoria da eficiência e na entrega contínua de valor. 


Para implementar o Kanban no sistema web, por exemplo, é gerado um quadro Kanban que permite visualizar o fluxo de trabalho dividido em colunas que representam as etapas do processo, como "backlog", "em desenvolvimento", "testes" e "entregue". Cada tarefa é representada por um cartão e movida pelo quadro conforme é concluída a etapa.


O Kanban auxilia na limitação de número de projetos em para evitar sobrecarga do time, o que compromete a qualidade do projeto, garantindo que as tarefas sejam concluídas antes de serem adicionadas novas. As políticas de fluxo de trabalho são estabelecidas a fim de garantir que as tarefas sejam entregues de forma consistente e eficiente.


A metodologia Kanban permite que o time ajuste o ritmo de trabalho para atender às necessidades do cliente, e fornece uma visibilidade constante do progresso do projeto. 



Imagem ilustrativa



Extreme Programing (XP)


Desenvolvida especificamente para auxiliar em projetos de desenvolvimento web, esta metodologia se concentra em melhorar a qualidade do software e aumentar a eficiência do processo de desenvolvimento. As fases do Extreme Programming são:


  1.  Planejamento: Onde é definido o escopo do projeto, quais são as necessidades do cliente e as funcionalidades a serem desenvolvidas no projeto;
  2.  Design: Fase onde é criado o design do software, incluindo a arquitetura, interface do usuário e a estrutura do banco de dados;
  3.  Codificação: Onde é desenvolvido a escrita do código e o software;
  4.  Teste: Nesta fase é realizado o software de teste para garantir que ele está alinhado com as necessidades do cliente e com um padrão de alta qualidade;
  5.  Implantação: O software é implantado e colocado em produção;
  6.  Manutenção: Nesta etapa é feito o suporte ao software e correção de bugs.


Além dessas fases, o Extreme Programming também inclui outras práticas importantes como: Test-Driven Development (TDD), onde os desenvolvedores escrevem testes antes de escrever o código, o que auxilia o software a atender aos requisitos do projeto; Pair Programming, fase onde os desenvolvedores trabalham em pares para escrever código, o que aumenta a qualidade do código e ajuda a aumentar o conhecimento dos membros do time; Continuous Integration é a ação de integrar o código e testá-lo constantemente, o que ajuda a garantir que o software seja de alta qualidade e que as mudanças sejam detectadas e corrigidas rapidamente; Refactoring é a prática que consiste em melhorar o código existente sem mudar sua função, o que ajuda a manter o código limpo e fácil de manter e Planning Game, que é uma prática que consiste em planejar as interações com o cliente, estabelecendo um escopo priorizando as funcionalidades do software.


XP é adequado para projetos de desenvolvimento de software com requisitos incertos ou em constante mudança já que é uma metodologia flexível. É particularmente útil para projetos onde a qualidade do software é de extrema importância.


Imagem ilustrativa



Crystal 


O Método de desenvolvimento Crystal foi desenvolvido para lidar com projetos de desenvolvimento de software complexos como os software sob medida, se concentrando em seis áreas-chave: comunicação, gerenciamento de projetos, gerenciamento de risco, gerenciamento de processos, gerenciamento de pessoas e gerenciamento de ferramentas.


Este método é dividido em quatro níveis: Crystal Clear, Crystal Yellow, Crystal Orange e Crystal Red. Cada nível é adaptado para projetos de diferentes tamanhos e complexidades, e oferece diferentes níveis de colaboração, como por exemplo gerenciamento de risco. Segundo os autores da metodologia, o nível adequado para o seu projeto é baseado na complexidade do projeto. Quanto mais complexo, será utilizada a metodologia de cor mais escura.


O Crystal também enfatiza a importância de seguir as necessidades do cliente para que o projeto seja entregue completo. Ele também enfatiza a importância de comunicação constante entre os membros do time e o cliente para garantir que o projeto esteja sempre alinhado.

Algumas etapas desta metodologia são: a entrega das fases do desenvolvimento em intervalos regulares; o monitoramento do progresso do projeto; comunicação direta e regular com o cliente e recebimento de feedbacks do cliente que servem para ajuste do produto e da metodologia caso necessário.


Imagem ilustrativa


Método de desenvolvimento de Sistemas Dinâmicos (DSDM)


Metodologia ágil que foi desenvolvida para lidar com projetos de desenvolvimento de software complexos e é baseado em oito princípios fundamentais:


  1.  Foco no negócio: o objetivo essencial do projeto é agregar valor ao negócio;
  2.  Entrega contínua: o software é entregue frequentemente ao longo do projeto para que a equipe possa receber feedbacks do cliente;
  3. Colaboração: todos os stakeholders trabalham em equipe;
  4.  Flexibilidade: a metodologia auxilia para que o projeto seja adaptável às mudanças;
  5.  Escopo: o escopo é definido e desenvolvido pelo time aceitando as mudanças caso sejam necessárias qaundo se trata de um protótipo
  6.  Tempo: o prazo de entrega é respeitado;
  7.  Qualidade: a qualidade é o padrão exigido em todas as etapas do projeto do ciclo de vida de um software;
  8.  Benefícios: o valor é entregue gradualmente conforme a entrega contínua é praticada, permitindo que o time comece a se beneficiar o mais cedo possível.


Imagem ilustrativa


Como citado no início do artigo, as Empresas de tecnologia que se compromete com o constante aprimoramento de sua equipe de desenvolvimento web para garantir que o aumento na qualidade dos projetos que desenvolvem para seus clientes seja progressivo, costumam aplicar uma metodologia própria dentro do setor, baseado nos que já existem e que forem aplicados anteriormente na Empresa. Veja a seguir a metodologia ágil MQuickly, desenvolvida pela Mestres da Web, empresa que é especializada em desenvolver aplicativos, softwares, protótipos, outsourcing de TI e suporte de manutenção.



Mquickly (Mestres Quickly Project)


Desenvolvida pela Mestres da Web após 10 anos usando a metodologia Scrum, o MQuickly é pensado para aprimorar o setor de qa da equipe, a fim de ter o mais baixo nível de turnover do mercado. 


A metodologia conta com 17 tipos de profissionais e serve para desenvolver qualquer tipo de software, seja ele um sistema web ou aplicativo, por exemplo . Os especialistas em Design atuam na primeira etapa para desenvolver o Product Discovery, onde é feito a identidade visual do produto. O Project Management junto aos profissionais Product Owner, UI e UX fazem o agendamento de reuniões buscando a aprovação do cliente da identidade visual e a prototipação completa da jornada do usuário desenvolvida.


Com a identidade visual aprovada, é desenvolvido o layout completo de todas as interfaces do projeto juntamente com o documento História do Usuário, desenvolvidas para o app, site ou software. Quando este documento for aprovado, a demanda do projeto pós-design inicia com uma reunião de planejamento da equipe para a criação do roadmap do projeto bem como os releases a serem entregues. São criados os incrementos do projeto que serão desenvolvidos através dentro da timebox que recebe o nome de sprint. Nas sprints, o setor QA avalia o projeto por etapas a fim de ter desempenho e qualidade conforme recomenda a norma de qualidade ISO 25000, quando o projeto total for entregue para o cliente. Após as validações das sprints pelo QA, é feito uma reunião com o cliente para que ele possa conhecer cada etapa do projeto, resultando em uma gestão eficaz de ajustes que dá para a Mestres da Web o título de entrega mais rápida de projetos de software no país.


Imagem ilustrativa


Ter uma metodologia de desenvolvimento web ajuda a garantir que o projeto seja entregue de forma consistente e eficiente, atenda a analise de requisitos e necessidades do cliente, e seja de alta qualidade. Além disso, melhora a eficiência de adaptações a mudanças e auxilia o gerenciamento de riscos.

Artigo deFernando CunhaCom mais de 15 anos de experiência em tecnologia e formado pela FAAP em Administração de empresas, hoje é o CEO da Mestres da Web, empresa referência no mercado nacional e com projeções de expansão internacional.