Vamos conversar sobre o seu projeto

Fale sobre você

Qual o tipo do seu projeto?

Desenvolvimento de softwares: tudo o que você precisa saber

home/blog/aplicativos/Desenvolvimento de softwares: tudo o que você precisa saber
Desenvolvimento de softwares: tudo o que você precisa saber

O desenvolvimento de softwares é uma atividade cada vez mais necessária e requisitada. Isso pois, na era digital em que vivemos, os softwares se tornaram essenciais e fazem parte do nosso dia a dia.


Imagine se nossos computadores e celulares não tivessem acesso a softwares. Seriam completamente inúteis e sem propósito. Isso pois estes hardwares dependem de instruções de um software para funcionarem corretamente.


Podemos chegar mais longe e imaginar um sistema web do metrô de uma grande cidade. Experimente tirar o acesso do controlador ao software do centro operacional. As linhas de metrô se desorganizariam e o caos seria estabelecido.  


Conforme os dias passam, novas soluções tecnológicas e disruptivas surgem no mercado e mudam a maneira como o mundo funciona.


Portanto, é muito importante para as empresas que participem da era digital e compreendam o potencial que um software possui de tornar nossas vidas mais práticas e de solucionar as dores das pessoas.


No entanto, o sucesso do seu software depende de um desenvolvimento bem planejado e executado. Continue lendo nosso artigo e saiba tudo sobre desenvolvimento de softwares.

 

O que é desenvolvimento de softwares?

 

O desenvolvimento de softwares consiste na criação e implementação de soluções de informática utilizando linguagens de programação. Portanto é através dessa atividade que os desenvolvedores e programadores criam programas de computador.


Desenvolver um software é uma tarefa complexa que exige muito conhecimento técnico e habilidade de planejar e conduzir projetos que atendam a necessidade do cliente é devido à essa alta exigência de conhecimento técnico e de planejamento de projetos que essa atividade se tornou valorizada no mercado. Sem falar no alto potencial de retorno sobre o investimento (ROI) que um software pode oferecer.

 

Hardware e software

 

Antes de tudo, é importante esclarecermos a diferença entre hardware e software.

Hardwares são os componentes físicos de um computador ou eletrônico, como por exemplo monitor, teclado, placa-mãe, disco rígido etc.

Softwares são os programas ou sistemas responsáveis por fazer o computador ou eletrônico funcionar e executar tarefas específicas através de instruções aos hardwares. Como por exemplo sistemas operacionais, aplicativos e programas de edição.

Enfim, os hardwares trabalham juntos com os softwares para que troquem informações e executem tarefas específicas.

 

Como funciona o desenvolvimento de softwares?

 

O desenvolvimento de um software passa por várias etapas desde o planejamento até a conclusão do projeto. Seguir todas as etapas é importante para que se entenda o que o cliente realmente deseja e garante que o software solucione de fato a necessidade dele.


Elas também são importantes para definição de custos e permitir que o trabalho ocorra de maneira organizada, estruturada e fluída.

 

Levantamento de requisitos

 

Esta etapa é muito importante, pois é quando o cliente e a equipe contratada alinham todas as informações e definem o que o software precisará entregar. Portanto as duas partes devem conversar bastante para deixar claro quais são as expectativas em relação ao produto e chegar a uma ideia final de projeto.


O cliente só veio até a software house pois em algum momento ele precisou dessa solução ou pensou em uma ferramenta que pudesse solucionar uma necessidade do mercado, portanto ele é o idealizador do software e é essencial saber o que ele espera e exige do produto.

 

Análise de requisitos

 

Depois que o cliente solicitou tudo o que desejava e a equipe levantou todas as informações na etapa anterior, é hora de realizar uma análise mais detalhada e compilar tudo o que foi discutido a fim de definir o que pode ser concretizado ou não no projeto e criar uma estratégia de solução.


Alguns modelos serão construídos para representar o software a ser desenvolvido, e a partir desses modelos serão feitas uma análise de validação e outra de verificação.


A análise de validação assegura que o software está atendendo de fato as necessidades do cliente. Já a análise de verificação observa se os modelos construídos na análise cumprem os requisitos do cliente.

 

Análise de custos

 

Agora que os requisitos já foram levantados e o projeto já está definido, é hora de analisar e calcular o quanto será exigido de investimento para que o desenvolvimento aconteça e o software possa ser concluído. Para isso são levadas em consideração questões como:


  • Salário dos profissionais;


  • Complexidade do projeto


  • Duração do projeto


Depois que a proposta é passada para o cliente, se o mesmo estiver de acordo, um contrato deve ser assinado para que ambas as partes se comprometam com o serviço e o software seja desenvolvido e implementado conforme o combinado.

 

Produção

 

Esta é a etapa em que o trabalho técnico começa e o software passa a ser desenvolvido. Primeiramente alguns aspectos importantes serão determinados, como por exemplo:


  • Arquitetura do sistema;


  • Linguagem de programação utilizada;


  • Padrão de interface gráfica;


  • Sistema gerenciador de banco de dados


Além desses aspectos, um planejamento cronológico é feito para garantir que o projeto seja entregue no tempo determinado. Este planejamento é feito por módulos, com entregas graduais do software em módulos, já testados e funcionais.


Definir a metodologia que será utilizada no projeto durante o desenvolvimento também é um fator importante que varia conforme o tempo de entrega e complexidade do projeto.

 

Teste

 

Dispensar esta etapa é um grande erro, pois testar é essencial para a entrega de um software funcional e estável.


Os desenvolvedores fazem uma análise técnica sobre o desempenho do software e o testam diante da ótica simulada do usuário-alvo do produto.


É importante que vários testes aconteçam para que o máximo de erros sejam levantados e corrigidos. Só se passa para a próxima etapa quando o software estiver com um bom funcionamento e não apresentar nenhum erro grave que comprometa a aplicação.

 

Implantação

 

Finalmente, é hora de entregar e instalar o produto para o cliente. Os testes foram positivos e o software teve ausência de erros.


No entanto ainda é responsabilidade da desenvolvedora fazer com que o cliente esteja integrado e adaptado ao software que foi entregue a ele.


Portanto alguns responsáveis da equipe irão se dedicar a explicar todo o funcionamento do produto para o cliente e, a partir de treinamentos práticos, garantir que ele entenda todo o funcionamento do software para que possa ser usado continuamente ou distribuído.

 

Tipos de desenvolvedor

 

Existem três tipos de desenvolvedor de sistemas com competências específicas, Cada um executa um papel importante para o desenvolvimento de softwares.

 

Desenvolvedor Front-end

 

O desenvolvedor front-end é responsável pela experiência do usuário, portanto projetará e desenvolverá as páginas com as quais o usuário interagirá posteriormente.


A parte front-end de um software também inclui elementos determinantes para a identidade visual do produto, portanto o desenvolvedor dessa área só tem a ganhar se tiver conhecimentos em design.

 

Desenvolvedor Back-end

 

O desenvolvedor back-end é aquele que tem domínio das linguagens de programação e ampla experiência em lógica de programação. Responsável por desenvolver os “bastidores” do software, garantindo o funcionamento correto do produto.

 

Desenvolvedor Full-Stack

 

O desenvolvedor Full-Stack é aquele que trabalha tanto no back-end quanto no front-end, portanto é um profissional completo.


O mercado valoriza muito este tipo de desenvolvedor, devido ao amplo conhecimento exigido para se tornar um Full-Stack

 

Como escolher a melhor empresa de desenvolvimento de softwares?

 

A melhor empresa de software será aquela que atenderá todas as necessidades que a sua empresa possui.


Mas antes de entrar em contato com uma empresa, verifique o portfólio deles e analise se os produtos entregues por ela são a altura da sua expectativa de qualidade.


Não deixe de ver avaliações e feedbacks em redes sociais e sites de reclamação como “Reclame aqui” para ter certeza de que a empresa é séria e tem credibilidade no que faz.


A Mestres da Web possui uma equipe de desenvolvedores altamente experientes e capacitados para desenvolver seu software desde o planejamento até o lançamento.

Artigo deFernando CunhaCom mais de 15 anos de experiência em tecnologia e formado pela FAAP em Administração de empresas, hoje é o CEO da Mestres da Web, empresa referência no mercado nacional e com projeções de expansão internacional.
Aviso de privacidade:Nós guardamos estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, ao usar nosso site você confirma que concorda com nossapolítica de privacidade.
ok